Hoje: 21.Jul.2017
Competindo com cavalos

Viva os desafios de Deus. Pois, não há crescimento sem desafios, e não há desafios sem mudanças.

 "Se te fatigas correndo com homens que vão a pé, como poderás competir com os que vão a cavalo? Se em terra de paz não te sentes seguro, que farás na floresta do Jordão?" (Jeremias 12.5).

Em meus devocionais diários me detive no texto acima. Confesso que fui profundamente impactado e edificado na manhã daquele dia enquanto meditava na Palavra de Deus. Assim como Deus muito ensinou o profeta Jeremias na formação do seu caráter, muito aprendi com o que li.

O profeta Jeremias estava sofrendo à mão dos sacerdotes de Anatote, Deus, então, tenta animá-lo para as provações que ainda viriam pois seriam bem maiores. Isso é fato, Deus estava preparando seu profeta para eventos futuros, situações piores e mais afrontosas até mesmo, não confiar em sua própria família ou vizinhos.

Deus não queria ver o seu profeta tropeçando em casa (nas coisas mínimas) agora, porque como ele se comportaria mais tarde quando chegasse em Jerusalém (nas maiores dificuldades)? O ministério de Jeremias lhe proporcionara fadiga, angústia e desânimo, estando a ponto de desanimar, entregando-se de uma vez à morte prematura. É nesse momento que Deus trata com seu profeta: "Se te fadigas correndo com homens que vão a pé, como poderás competir com os que vão a cavalo? Se em terra de paz não te sentes seguro, que farás na floresta do Jordão?" (12.5). Deus ao fazer esta pergunta ao seu profeta queria saber o que de fato Jeremias estava querendo. O que realmente você quer Jeremias? Quer arrastar-se acompanhando a multidão ou quer correr com os cavalos? Jeremias não precisava ser mimado, mas sim fortalecido

É assim a nossa vida. Às vezes queremos desistir na primeira onda de oposição que surge. Sabe-se não ser tão fácil dar de si o melhor em prol da justiça e manter a direção em busca da excelência. É mais fácil ser um neurótico, viver como parasita. É mais fácil deixar-se levar pelos braços da maioria, pelo grito da multidão, pela influência dos grandes grupos, pelas palavras dos bajuladores.

Às vezes tropeçamos em coisas mínimas, questiúnculas insignificantes. Não somos capazes de vencê-las. Não somos capazes de passar por elas sem valorizá-las tanto. As experiências amargas, pelas quais passamos objetiva levar-nos à maturidade, um alvo maior, um objetivo mais à frente. Não podemos desistir nas primeiras dificuldades que surgem.
A vida de serviço piedoso não é fácil, é para cada cristão à semelhança de uma corrida. Não foi isso que viu apóstolo Paulo (Fp 3.12-14). É claro que se alguém quer desistir, haverá sempre algo mais fácil, uma vida mais confortável, mais segura. Algo que não trará dificuldade nenhuma. Não fomos, porém, chamados para ter vida fácil, pois a vida cristã é como alguém que começa uma corrida e tem muita, muita dificuldade para prosseguir e chegar ao final.

Não entendo por que há tanta desistência, quando o que se busca é a excelência, porque se desviar, só porque existem riscos. Os fracos preferem ajustar-se ao mínimo e viver com segurança do que ajustar-se ao máximo, se tem que passar por aventuras marcantes. Ora, "Deus nunca chama um homem para lutar contra cavalos se não o treinou antes para lutar contra homens; Deus nunca enviou um homem para os ermos do Jordão antes de treiná-lo nas terras de paz".

Jeremias, certamente, pensou sobre que resposta daria a seu Deus acerca de tão importante pergunta. Pesou as opções, avaliou os custos e tomou a decisão. Não temos no texto sagrado uma resposta verbal mas, por sua biografia e através de sua vida e ministério, certamente, ele resolveu responder: "Correrei com os cavalos".  

Pr. Nonato Souza

Pastor da Igreja Assembleia de Deus de Brasília na QNO 06 - Ceilândia - Distrito Federal; Membro do Conselho de Missões da CGADB; Membro da Mesa Diretora da COMADEBG (Convenção dos Ministros das Assembleias de Deus do Distrito Federal e Goiás); Graduado em Teologia e pós graduado em Ciências da Religião.

Website.: www.blogdoprnonatosouza.blogspot.com.br/ E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

3 comentários

  • Link do comentário Jefferson pastor na Igreja O Brasil Para Cristo Recanto das Emas DF 06.Jan.2016 Jefferson pastor na Igreja O Brasil Para Cristo Recanto das Emas DF

    ótimo este estudo, esta interpretação infelizmente nos dias atuais muitos preferem correr com homens ou na maioria das vezes preferem nem correr mais muitos ja estão apostatando e dentro da visão desta palavra estão sentando ao invés de correr, que possamos fazer as escolha certa pra não nos arrependermos depois que Deus abençoe a todos em nome de Jesus.

  • Link do comentário João Vanderlei 08.Nov.2015 João Vanderlei

    Muito bom o estudo, que o Eterno Senhor continue abençoando.

  • Link do comentário MARCOS NASCIMENTO 17.Abr.2015 MARCOS NASCIMENTO

    Corri com os cavalos da Evangelização, senti dores de parto, amarguras, perseguições, perdas, desconsolo, ira, e muito mais...

    MAS GARANTO DEUS JAMAIS DEIXOU DE ESTAR AO MEU LADO, E UM MINUTO COM ELE ME FAZ ESQUECER DE TUDO E ESTOU COMPLETAMENTE REALIZADO.]]

    AMO A OBRA DE RESGATE DE VIDAS

Deixe um comentário

  • Últimas
  • Popular
  • 0 A 34ª edição do Congresso Geral da UMADEB acontecerá entre os dias 25…
  • 1 “E Esdras abriu o livro perante os olhos de todo o povo; porque…
  • 47865 Pastor Orcival ministrando no seminário da AD Restaurando Vidas em Lisboa - Portugal…
  • 0 Testemunho de vida da cantora Jozyanne
  • 1 O Congresso de Jovens da UMADEB (União de Mocidades da Assembleia de Deus…
  • 108 Em clima de muita alegria e um grande mover do Espírito de Deus…
  • 1 A ADEB está comemorando o seu 54º ano de existência mantendo acesa a…
 
 

Visitantes On-line

Temos 73 visitantes e Nenhum membro online