Hoje: 20.Oct.2017

Em 5 de junho de 1957 chegam a Brasília, procedentes da Lapa, São Paulo (SP), para trabalhar na construção da Capital Federal, entre outros, os irmãos Virgílio José dos Santos, Carlos Messias, Alfredo da Silva e João Carolino dos Santos. Em janeiro de 1958 se junta a estes o irmão Salomão Castro de Sousa, vindo também de São Paulo.

Já nessa época começaram a reunir-se no acampamento da construtora onde trabalhavam na Granja do Torto, onde também pregavam a palavra de Deus.
Neste mesmo ano, o irmão Salomão Castro de Sousa, com a contribuição de todos os irmãos, comprou material que foi suficiente para a construção de um salão de 7 por 5 metros, o primeiro em Brasília, onde passaram a congregar.
Em maio de 1959, foi fundada a Igreja Evangélica Assembleia de Deus da Missão em Brasília, na QR 4, lote 5, em Taguatinga, também localizada no Distrito Federal, hoje Taguatinga Sul, Setor QSB, pelos irmãos que se reuniam na Granja do Torto e mais os irmãos José Belo, Manoel Moreira,
Valderício Soares e Jonas Gonçalves da Paixão, com as respectivas famílias.
Essa igreja foi inaugurada pelo Evangelista João Ferreira, procedente do Rio de Janeiro, enviado pelo Pr. Túlio de Barros. Naquele mesmo ano, foi realizado em Taguatinga o primeiro batismo nas águas de cerca de 30 novos irmãos. Nesse trabalho, foi consagrado Pastor o Evangelista JoãoFerreira e elevados ao diaconato os irmãos Salomão Castro Sousa, José Gomes, Leo Virgílio e Hermógenes Silva.

No início de 1960, o Pr. João Ferreira foi substituído pelo Pb. Luiz Pereira, por um pequeno período.
Em 15 de janeiro de 1960, atendendo a vários convites e seguindo a orientação divina, o Pr. Francisco Miranda assumiu o pastorado da igreja, cuja reunião foi transformada em sessão extraordinária, onde foram deliberadas a eleição da diretoria, a reforma do estatuto, a mudança do nome da igreja para “Igreja Evangélica Assembleia da Missão em Brasília”. Ali também ocorreu a eleição e a posse do Pr. Francisco Miranda, ocasião em que, após deliberação, aprovou-se o dia 21 de abril de 1960 como data de fundação da igreja, a fim de coincidir com a inauguração de Brasília.

Nessa ocasião, foram indicadas para dirigir o Círculo de Oração as irmãs Rosinha (esposa do irmão Salomão) e irmã Silvia (esposa do Pr. Francisco Miranda). [Fotos Pr. Francisco Miranda, irmãs Silvia e Rosinha]
O Pr. Francisco Miranda desempenhou papel fundamental na estruturação, expansão e consolidação dos trabalhos, tendo obtido para a Igreja as áreas de terras de Taguatinga, do Núcleo Bandeirante,de Sobradinho, da Asa Norte, da Ceilândia Sul, do Guará e do Gama.

Na luta pela aquisição destas áreas especiais entre os anos de 1960 e março de 1964, recebeu muitas ameaças. Uma dessas ameaças ficou registrada na História da Igreja. Os comunistas mandaram dizer-lhe que “Quando o comunismo tomar o poder, estas áreas serão retomadas e os pastores irão para o paredão”.
Para a glória de Deus, o Pr. Francisco Miranda fundou em 1963 um Conjunto Coral, o qual regia, que hoje tem o nome de Coral Jerusalém, da igreja Sede.
Também foi criada pelo então líder da Mocidade, o irmão José Dinézio Lourenço, hoje Pastor, a Biblioteca da igreja, com o objetivo de estimular a leitura e elevar a cultura dos jovens.
A gestão do Pr. Francisco Miranda teve a importante participação de sua estimada esposa, irmã Silvia Tottoli Miranda, que muito o apoiou com sua irrestrita dedicação à Obra do Senhor.
Foram diversas as oportunidades em que, em reuniões de obreiros, irmã Silvia, juntamente com sua filha Valda Miranda Lourenço, comprava com seus próprios recursos as mercadorias para fazer os almoços, dada às dificuldades dessa época de início da igreja.

O Pr. Francisco Miranda presidiu a igreja de 15 de janeiro de 1960 a 26 de julho de 1973, quando foi vítima de um acidente de trânsito ao regressar de um culto na igreja de Ceilândia Sul, tendo passado para o Senhor por volta das 17 horas, aos 61 anos de idade, no auge de seu ministério.
Na gestão do Pr. Francisco Miranda atuaram como Vice-Presidentes os seguintes Pastores, no período de 20 de janeiro de 1960 a fevereiro de 1965: Pr. João Barreto de Lima; Pr. Joaquim Honório Tostes; Pr. André Bernardino; Pr. Hermenegildo e Pr. Artur Xavier de Paula, sendo que este assumiu a Presidência da igreja em 27 de julho de 1973. Embora tenham ocorrido cisões desde o início de suas atividades e novas igrejas tenham sido criadas, isso não impediu que a Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Brasília atingisse o expressivo crescimento que hoje apresenta. urante a gestão do Pr. Artur Xavier de Paula foram Vice-Presidentes os seguintes pastores: Vicente Machado (1974-1976); Venâncio Rodrigues dos Santos (1976-1979); Aristides Firmino da Costa (1979-1981); Otaviano Miguel da Silva (1981-1984); Genival Ferreira dos Santos (1984-1985). Em fevereiro de 1985, o Pr. Genival Ferreira dos Santos foi transferido para Goiânia, mediante permuta com o Pr. Esdras de Oliveira, que foi Vice-Presidente até setembro do mesmo ano. No início da gestão do Pr. Artur Xavier de Paula,por decisão tomada em Assembleia-Geral Ordinária, a igreja passou a denominar-se apenas Assembleia de Deus, apesar da discordância de alguns membros. Porém, em 13 de março de 1982, por proposta do então Pb. José Dinézio Lourenço, a igre ja readquire o nome de Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Brasília, já na gestão do Pr. Esdras de Oliveira. O Pr. Artur Xavier de Paula contribuiu de maneira efetiva para a estabilização e crescimento do trabalho, com a construção dos templos do Núcleo Bandeirante, Asa Norte, Gama, Sede, Guará, dentre outros, tendo exercido seu mandato de Presidente de 27 de julho de 1973 a setembro de 1985, passando para a glória em 26 de setembro de 1988. Com a vacância da Presidência da igreja, assume o cargo de Presidente em 6 de setembro de 1985 o Pr. Esdras de Oliveira, tendo como Vice-Presidente o Pr. Evonir Teixeira da Fonseca. O Pr. Esdras permaneceu no cargo até 30 de janeiro de 1988, tendo dado continuidade aos trabalhados visando o crescimento da Obra do Senhor, concebendo, inclusive, o projeto do Templo-Sede. Em 30 de janeiro de 1988, o Pr. Esdras, acometido de acidente vascular cerebral, foi substituído pelo Pr. Evonir Teixeira da Fonseca, o qual contribuiu, também de maneira efetiva, para o crescimento do Ministério, adquirindo várias áreas de terras para a construção de novas congregações, tendo permanecido na Presidência até o início de 1989, quando renunciou ao cargo. Em eleição ocorrida em 1º de abril de 1989, o Pr. Orcival Pereira Xavier foi eleito Presidente do Ministério e da Igreja, tendocomo seu Vice-Presidente o Pr. João Antonio de Miranda. Ambos tomaram posse em 21 de abril de 1989. Nessa data estiveram presentes, dentre outros, o Pr. Sebastião Rodrigues, Presidente do Ministério de Mato Grosso, o qual, na condição de Presidente de Honra da Assembléia Geral Ordinária, deu posse ao novo Presidente e seu Vice-Presidente.

 

 

Sobre nossa Igreja

Pastores Presidentes que fazem parte dessa História

Pastor Orcival Pereira Xavier

Conheça a diretoria da ADEB

Dias e horários de Cultos

 

  • Últimas
  • Popular
  • 144217 Pastor Orcival ministrando no seminário da AD Restaurando Vidas em Lisboa - Portugal…
  • 0 Testemunho de vida da cantora Jozyanne
  • 166 Em clima de muita alegria e um grande mover do Espírito de Deus…
  • 2 O Congresso de Jovens da UMADEB (União de Mocidades da Assembleia de Deus…
  • 1 A ADEB está comemorando o seu 54º ano de existência mantendo acesa a…
 
 

Visitantes On-line

Temos 116 visitantes e Nenhum membro online